Search
  • Galo GV

CUIDADO! Viajar sozinho pode mudar sua vida!

Chegou um momento em minha vida em que eu precisava de uma mudança, uma desconexão... UM DESEJO DE EXPLORAR!


E assim fiz, tirei uma licença de dois anos do meu emprego e saí de casa com a idéia de realizar vários sonhos, um dos quais era dar a volta ao mundo. E assim o fiz, passei 22 meses sempre viajando para o leste. Visitei 18 países, sendo um deles a Tailândia, e completei uma viagem ao redor do mundo em exatamente 646 dias. Ásia, Sudeste Asiático, Austrália e América do Sul eram os continentes para os quais eu viajei.


Voltei para casa e, depois de tanto tempo, nada era como antes. Bom, na verdade tudo era o mesmo, exatamente o mesmo de dois anos atrás. Aquele que não era o mesmo era EU...


Depois de uma semana visitando a família e amigos, a emoção do retorno e das reuniões se foi, e percebi que não cabia mais aqui, não quero mais estar aqui. Eu só tinha uma coisa em mente, a Tailândia, e mais especificamente... a ilha de KOH TAO!


MINHA PRIMEIRA VIAGEM À TAILÂNDIA:


Mas vamos por partes, não era a primeira vez que eu estava na Tailândia, eu já tinha estado em 2004. Na verdade, a Tailândia foi o país que despertou minha sede de viajar. Foi a minha primeira viagem fora da Europa e eu simplesmente adorei.


Tanto que quando voltei para casa depois de 20 dias de viagem neste país, disse à pessoa com quem viajava: quando eu me aposentar, quero ir morar na Tailândia. Mas o tempo e alguns acontecimentos passaram até que eu percebi e pensei


"Por que esperar pela aposentadoria? Eu quero ,e quero agora"!

MINHA PRIMEIRA VIAGEM SOLO:


Antes de tudo, quero dizer que me sinto a pessoa mais sortuda do mundo por ter sido capaz de fazer uma viagem de 22 meses.

Templos em Bangkok

Mas por que viajar solo?


Eu estava passando por uma fase pessoal muito ruim e precisava de uma mudança de cenário. Como disse antes, desde minha primeira viagem à Tailândia em 2004, eu adorava viajar, todos os anos eu fazia pelo menos uma viagem de longa distância, o que me levou, até agora, a conhecer 42 países.


Mas eu sempre viajei como casal ou com amigos. Desta vez eu queria ir sozinho, e como o normal eu tinha mil medos, pois nunca havia viajado sozinho. Comecei a olhar blogs e páginas de viajantes solitários e todos concordam com a mesma coisa: viajar sozinho é a melhor experiência de suas vidas.


Então tomei coragem, tirei uma licença de ausência do trabalho, vendi meu carro e tudo que tinha de valor e ... em 9 de janeiro de 2017 deixei Barcelona em direção a Kuala Lumpur (Malásia).


Uma das minhas maiores dúvidas foi: Por onde devo começar a viagem? iniciar pela Ásia ou pela América do Sul.


Na Ásia eu já conhecia alguns países, e eu estava, estou apaixonado por este continente. Por outro lado, eu nunca tinha estado na América do Sul antes.


Então decidi começar com o que eu conhecia e sabia que amava!

Meus medos desapareceram quando cheguei ao primeiro hostel em Kuala Lumpur, onde conheci alguns viajantes de língua espanhola que me fizeram sentir em casa. Todos eles já viajavam há algum tempo, me falaram de suas experiências, me deram conselhos e me ensinaram a viajar desta maneira.


Como você planeja uma viagem tão longa?


Bem, minha abordagem foi muito fácil. Tenho X dinheiro, quando terminar, tenho que voltar para casa. Portanto, quanto menos eu gastar, mais longa será minha viagem. E você pode realmente viajar muito barato: albergues, couchsurfing, carona, troca de trabalho por hospedagem.... Há muitas maneiras.


Se você precisar de truques para viajar mais barato, escreva-me: @galogv.

Eu poderia passar horas escrevendo sobre minha viagem, talvez em algum outro momento.


Aqui está a lista de países que visitei nos 22 meses (em ordem de itinerário)


Malásia, Singapura, Tailândia, Mianmar, Índia, Sri Lanka, Nepal, Camboja, Filipinas, Indonésia, Austrália, Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Bolívia, Peru e Colômbia.


E como não poderia ser de outra forma, concordo com tudo o que li e disse:


"Viajar sozinho foi a melhor experiência da minha vida e isso me mudou para sempre".

Cruzando a fronteira da Tailândia via terrestre.

Tenho muito orgulho de dizer que tenho amigos em todo o mundo. A melhor parte desta viagem foram as pessoas que conheci.


MINHA VIDA APÓS A VIAGEM DE VOLTA AO MUNDO:


Depois de uma viagem tão longa, depois de conhecer tantas pessoas, tantas culturas diferentes, algo muda dentro de você. Você vê a vida de maneira diferente, você percebe muitas coisas.Eu poderia ficar muito filosófico e escrever muito sobre isso, mas basicamente se resume a uma coisa:


"Procure o que te faz feliz e faça-o agora, porque não sabemos o que acontecerá no futuro".

Como disse antes, após uma semana de reuniões com a família e amigos, comecei a ver que não me sentia confortável no que tinha sido minha casa durante toda a minha vida, exceto nos últimos dois anos. Assim, uma idéia começou a invadir minha cabeça mais e mais: Eu vou morar na Tailândia.


Antes de minha viagem, fiz o curso de básico de mergulho (open water diver) em Barcelona. Eu já havia mergulhado e sabia que gostava. Como um dos objetivos de minha viagem era visitar ilhas paradisíacas e mergulhar, eu fui com minha certificação de mergulho.


- Clique para entender o curso de básico de mergulho (open water diver) ,a primeira certificação de mergulho autônomo.

Estando na Tailândia, ouvi falar de Koh Tao, uma ilha espetacular, famosa pelo mergulho. Então, fui lá com a idéia de passar alguns dias mergulhando. Esses dias se transformaram em 3 meses. Eu me apaixonei pela ilha, me apaixonei por mergulhar aqui e encontrei uma escola que faz você se sentir como um membro da família e onde é muito difícil sair: Pura Vida Koh Tao .


Clique e conheça o centro de mergulho numero UM de Koh Tao no TRIPADVISOR!

- Para conhecer mais sobre a ilha de Koh Tao, clique abaixo

Eu me senti tão bem na Koh Tao que fiz todos os meus cursos, até o nível de Divemaster, o primeiro curso de mergulho profissional. Passei 3 meses incríveis neste paraíso do qual me custou cada vez mais sair desta ilha paradisíaca.


Já de volta para casa, e como mergulhador profissional, eu estava cada vez mais decidido sobre o que eu queria fazer no futuro.


- Divemaster, seu primeiro curso profissional, clique e leia mais sobre

Eu passei 8 meses em Barcelona trabalhando e economizando para realizar meu sonho. E em junho de 2018 parti novamente, mas desta vez não para viajar, mas para viver em Koh Tao. Fiz meu curso de instrutor e aqui fiquei para trabalhar e viver.


Pensando em se jogar no mundo do mergulho? Clique e confira o salario médio de um instrutor pelo mundo.

Hoje em dia, sinto que estou em um sonho, vivo no paraíso e trabalho com o que amo!

E aqui deixo uma frase que eu adoro e me motiva:


"Escolha um emprego que você gosta e não terá que trabalhar um dia em sua vida".

DICAS PARA VIAJAR NA TAILÂNDIA:


A Tailândia está super bem preparada para o turismo.


Meu principal conselho seria não vir com tudo reservado. (É claro planeje e reserve seus mergulhos com a Pura Vida Koh Tao hehehe =D), mas o resto deixa espaço para improvisação. A Tailândia tem milhares de lugares que podem surpreendê-lo e se você quiser ficar mais dias do que havia planejado, você será livre para fazer isso.


Deixe-se levar e aproveite o país. Experimente a comida de rua, perca-se em becos estreitos. A Tailândia é um país super seguro.


Se você quiser me pedir algum conselho sobre a Tailândia ou outro país onde estive, basta escrever-me, clique na imagem abaixo.


Vejo você em Koh Tao!


Para informações ou reservas sobre mergulho em Koh Tao:

Clique na imagem abaixo, use o código de reserva GALOGV para ofertas e promoções!


@galogv

34 views

©2018 by diving.renatoalves. Proudly created with Wix.com